Sonae Sierra Brasil divulga resultados do 4T15 com receita líquida de R$ 86,5 milhões

  • A receita líquida totalizou R$ 86,5 milhões no 4T15. Em 2015 a receita líquida consolidada foi de R$ 331,2 milhões, um crescimento de 3,9% frente ao ano anterior
  • O aluguel nas mesmas lojas (SSR) registrou aumento de 7% em 2015. No 4T15, o aumento foi de 5,8% em comparação ao 4T14, impulsionado pela combinação de altos leasing spreads no portfólio maduro da companhia
  • As vendas nas mesmas lojas (SSS) apresentaram retração de 2,2% no 4T15, comparadas ao mesmo período em 2014, refletindo o momento delicado do cenário econômico brasileiro. Na comparação anual, o SSS apresentou um aumento de 0,4% em 2015

A Sonae Sierra Brasil S.A. (BM&FBovespa: SSBR3), uma das maiores incorporadoras, proprietárias e administradoras de shopping centers do Brasil, anuncia seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2015 (4T15) e ao ano fiscal de 2015.

A receita líquida da companhia totalizou R$ 86,5 milhões no 4T15, em linha com o 4T14. Em 2015, a receita líquida foi de R$ 331,2 milhões, um crescimento de 3,9% frente a 2014. O EBITDA ajustado foi de R$ 60,2 milhões no 4T15, configurando uma redução sobre o apurado no mesmo período do ano anterior. Em 2015, o EBITDA ajustado atingiu R$ 232,6 milhões, um aumento de 2,6% comparado a 2014.

O aluguel nas mesmas lojas (SSR) também teve aumento de 5,8% no 4T15 em relação ao 4T14, impulsionado pela combinação de altos leasing spreads no portfólio maduro da companhia e o processo de maturação dos ativos mais novos. Em 2015, o SSR obteve um crescimento de 7,0 % sobre o ano de 2014.

No 4T15, as vendas dos lojistas nos dez shoppings do portfólio da companhia recuaram 2,1%, em comparação ao 4T14, totalizando R$ 1,5 bilhão, devido ao fraco cenário para o varejo e as incertezas políticas que continuam a pressionar o consumo das famílias e, consequentemente, as vendas dos lojistas. No ano de 2015, o reporte de crescimento dos lojistas, somando os dez shoppings da Sonae Sierra Brasil, foi de 2,8% em suas vendas sobre 2014, totalizando R$ 4,8 bilhões.

Ainda no quarto trimestre do ano, as vendas nas mesmas lojas (SSS) registraram retração de 2,2%, comparadas às do 4T14, o que reflete o adverso cenário econômico brasileiro. Na comparação anual, o SSS registrou aumento de 0,4% em 2015 frente ao ano anterior.

Em relação às perspectivas para 2016, a Sonae Sierra Brasil acredita em um ano desafiador para a economia do País e para o setor de shopping centers. A empresa mantém sua convicção de que seu sólido balanço e sua postura realista permitirão enfrentar as adversidades de curto prazo do atual cenário – comportamento essencial no atual ambiente de recessão – e segue focada em sua abordagem de investimentos e em melhorar a operação e inovar constantemente seus shoppings, bem como em fortalecer o balanço.

Baixar o PDF

Veja também